Blogs Portugal

domingo, 30 de setembro de 2012

A maldição das folhas de cálculo

O Gaspar não vai atingir nenhum dos objectivos da meta da boa execução do orçamento para 2012 e a desculpa, muito provavelmente, deverá ser um problema com as folhas de cálculo do Excel.
Sim, porque um génio não se enganaria tanto.

sábado, 29 de setembro de 2012

As bocas do Borges

O Borges, o Einsteinzeco cá do burgo, resolveu chamar ignorantes aos empresários que criticaram a TSU. Obviamente que o insulto, implicitamente, se aplica a todos os portugueses que não gostaram da genial ideia,  incluindo o pessoal do CDS e bastantes elementos do PSD. Não se percebe porque é que a oposição pede a demissão do "consultor" quando ele "apenas" se limita a reduzir (ainda mais) a base de apoio do governo.  

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

A sopinha dos pobres

No prosseguimento do seu esforço de aparecer como uma ilha de sensibilidade social dentro deste governo ostensivamente insensível, o ministro da mota resolveu inovar e dar um ar modernaço ao seu ministério.
A sua última criação denominada "Take away para os pobres" ultrapassou todos os limites da criatividade na área social.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Uma ministra execrável

Depois de ter feito pressões inqualificáveis ao Tribunal Constitucional, esta senhora vem agora, por pura conveniência política e ao nível mais pidesco, proceder ao julgamento em praça pública de elementos do governo anterior que foram alvo de buscas domiciliárias.
Não lhe interessa se são suspeitos, arguidos ou o que quer que seja. O importante é entalar os adversários políticos para desviar as atenções em altura de forte contestação popular a este governo.
Até a linguagem, por vezes excessiva, do Bastonário da Ordem dos advogados, se revela insuficiente para adjectivar o comportamento desta senhora.

A Carta do PPC

Tia Angela, senhores dos mercados e agências de rating, como podem verificar somos pacíficos e muito bem comportados. Até os polícias são uns porreiraços e sensíveis a miúdas giras. É por isso que não participamos em reuniões subversivas com os desordeiros dos italianos, espanhóis e gregos. Pela nossa parte, até os PIGS passavam a IGS. Para além disso, ainda temos uma oposição tão cordata que tem de ser um parceiro da nossa coligação a fingir que faz oposição. Cumprimentos deste vosso servidor atento PPC.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Mais sapos para o Paulinho

Ainda não tinha digerido os sapos vivos do aumento de impostos, eis que surgem mais sapos provenientes da hipotética privatização da CGD.
Ou o Paulinho assume que não pode cumprir as promessas ou a coligação vai às urtigas.
  

E a saga continua

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Uma dupla reencarnada

Americo Thomaz e António de Oliveira Salazar formavam uma dupla “imbatível”. Enquanto o primeiro fazia discursos ridículos e cortava fitas, o segundo governava o país em regime ditatorial.
Passados 40 e tal anos, voltámos a ser brindados com outra dupla “imbatível” com algumas “nuances”. O Cavaco também faz uns discursos patetas, corta fitas e, por vezes, faz de conta que toma grandes decisões. O Coelho para além de “aprendiz de ditador”, demonstra uma tal insensibilidade social que faria envergonhar o “botas”.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

O Botas de Massamá

Cabelo pintado de branco e puxado para trás. O nariz não é tão ostensivo mas há-de crescer.
Ou este governo é corrido ou o Crato ainda vai decretar a colocação desta fotografia do Botas de Massamá em todas as escolas do país. 

domingo, 23 de setembro de 2012

A obsessão por um tacho

A frase é repetida diariamente: “mais um dia passou e a RTP custou mais um milhão de euros”.
O cromo encrespado não desiste da sua paranóia e só o almejado posto de correspondente da RTP em Washington o fará calar.
Para além do internamento, a única hipótese de acabar com este massacre diário seria o amigo Relvas conseguir privatizar a RTP e dar-lhe, finalmente, o cargo dos seus sonhos. 

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

A Quimera do Paulo

´Fundamentalista da austeridade e inspirado no filme "A quimera do ouro" do Chaplin, o Passos resolveu oferecer um jantar de reconciliação ao Paulinho. O problema foi que em vez do sushi (seu prato preferido) deu-lhe a célebre bota e a coligação teve uma recaída.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Paulinho. Faz-te à vida

Esta é uma das personagens que mais necessitam de ser urgentemente recicladas. Estamos todos cansados do "namoro" e das promessas com que recorrentemente, em tempo de eleições, brinda os seus nichos do mercado dos votos.
Depois, quando chega à altura, faz estes números de quem aprova mas diz que não aprovou, mantendo um pé dentro e outro fora do governo.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012


Traições à mesa

Este restaurante, situado no Largo do Caldas, está a tornar-se extremamente popular em Lisboa, assumindo-se como um sério candidato a estrelas Michelin.
Entre os seus pratos mais destacados, para além da famosa sopa fria Vichyssoise, que o Marcelo Rebelo de Sousa tão bem conhece, aparecem agora os sapos vivos, iguaria muito apreciada pelo chef Portas.
Se bem se lembram, a sopa Vichyssoise deveu-se à imaginação fértil e delirante do MRS e provocou o aborto de um projeto de coligação PSD/CDS.
Por coincidência, os sapos vivos aparecem devido à inspiração do PPC (outro mentiroso compulsivo da área laranja) e ameaçam o fim extemporâneo de mais uma coligação daqueles dois partidos da direita.   

domingo, 16 de setembro de 2012

O mal amado

Depois de toda a oposição, do parceiro de coligação e parte do próprio PSD terem manifestado o seu desacordo com as medidas de austeridade deste louco, foi a vez do povo vir para a rua e manifestar a sua revolta.
O PPC faz lembrar aquela velha anedota do sujeito que circulava na autoestrada em sentido contrário, convencido de que todos os outros condutores é que estavam errados.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

O seguro morreu de velho

Dada a crescente contestação à sua politica, o PPC resolveu mudar a Presidência do Conselho de Ministros para o mítico Quartel do Carmo, tendo colocado à sua disposição um grupo de chaimites que poderão actuar rapidamente em caso de necessidade de fuga dos ministros. 

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Estão imparáveis

Mas o que é que estes gajos têm contra os reformados e pensionistas que não param de persegui-los?
Será que a patroa os incumbiu de continuar a obra que o seu antepassado viu interrompida?

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Um negativo do Robin Hood

Roubar aos pobres para dar aos ricos é o lema deste desgoverno. Cortar o ordenado mínimo para dar dinheiro às grandes empresas, roubar os reformados que descontaram durante uma vida, pôr os idosos sem posses fora dos cuidados de saúde, fazer descriminação social no acesso à educação e todo um imenso rol de injustiças sociais.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

A cartilha do Passos

Passando um atestado de menoridade mental aos seus ministros e secretários de estado, o Presidente da Comissão Liquidatária (PCL) mandou redigir um manual de instruções para que os seus subordinados afinem todos pelo mesmo diapasão.

Terrorismo puro

O "bombardeamento" de medidas de austeridade por parte do PPC ameaça causar mais danos ao país que o atentado às torres do World Trade Center.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Estão-se borrifando para a constituição

Vão continuar a esticar a corda até ao limite e a ganhar tempo. Espera-se que, desta vez, o eventual acordo tenha efeitos para o próximo orçamento do estado.

domingo, 9 de setembro de 2012

O Professor Martelo em apuros

Tal como aconteceu durante o governo curto e saudoso do Santana Flops, em que o Martelo foi corrido pelas suas criticas(?) ao governo, o conhecido comentador alaranjado corre agora o risco de o Relvas o vir a ameaçar com a divulgação de um qualquer caso da sua vida pessoal. Roma não paga a traidores.  

O rebanho fiel

Há uma percentagem determinada do eleitorado que vota sempre no mesmo "clube", independentemente de as acções do governo (qualquer) poderem ou não ir contra os seus interesses pessoais.

sábado, 8 de setembro de 2012

Um povo de brandos costumes

O presidente da Comissão Liquidatária falou e ditou mais austeridade, juntando mais uns pozinhos da sua lavra à receita da Troika, proporcionando-nos assim um fim de semana tranquilo e de reflexão para aproveitarmos os últimos dias de praia.
Para a próxima semana, teremos mais um desafio de futebol da selecção, mais uns casos entre os dirigentes, umas possíveis transferências e o garrafão electrónico vai dar mais umas novelas.
Como nós desfrutamos este paraíso de tranquilidade à beira-mar plantado. Como nos adoramos este país virtual.
Isto não é uma República das bananas, é uma república dos bananas.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Coelho para Massamá

Se este povo não fosse uma carneirada, há muito tempo que esta personagem já teria sido recambiada para Massamá para fazer farófias.

Uma valente cadeirada

O homem nunca perderá a vergonha porque nunca a teve e parece disposto a ficar agarrado ao poder até que alguém corra com ele ou que termine as negociatas (privatizações) em que está envolvido .  

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Quando os infalíveis falham

Pouco tempo depois do senhor Silva ter vindo dar uma ajudinha ao governo, dizendo que a derrapagem era apenas de algumas décimas e que a culpa era da Troika, vem a descobrir-se que, afinal, o défice do
primeiro semestre se situou nos 6,9%  e a Troika afirma que a culpa é do governo.
 

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Petro Rublos

Aquele futebol ultrapassado, em que à segunda-feira se discutiam as jogadas, os golos, os penaltis, o árbitro e (muitas vezes) a família do árbitro, acabou. Agora discutem-se os jogadores comprados, vendidos e emprestados. É o "businessball".


Os submarinos yo-yo


“Há oito anos que, de vez em quando, notícias dos submarinos emergem e depois, de repente, submergem. Quando interessa, aparecem e quando deixa de interessar, desaparecem", afirmou Paulo Portas”.
Não se sabe se o tal depósito de um milhão de euros numa conta do CDS, em 2005, se deve à decisão de Paulo Portas no que se refere aos submarinos ou se saiu o euromilhões ao partido do Largo do Caldas, mas temos de concordar que neste país as notícias de processos em curso tendem para aparições fugazes e oportunas, quando interessa a alguém.
Neste caso, é algo estranho (ou não) que precisamente na altura em que o Portas e o seu partido apareciam a contestar posições do seu parceiro de coligação, alguém, na universidade de verão do PSD, apareça a interrogar a procuradora-geral adjunta do ministério público acerca da possível prescrição do caso “submarinos”. Mais estranho ainda é que, coincidentemente, alguns jornais venham fazer eco de notícias relacionadas com o caso.
São demasiadas coincidências, mas, como diria aquela “escritora” escanzelada que não gosta de gordinhas; “Não há coincidências”. 
Em nome da clareza, o que o Paulo Portas deveria esclarecer era a quem é que ele pensa que interessam as tais notícias.
Seriam as mesmas pessoas que faziam aparecer o caso Freeport nas alturas mais convenientes? 

sábado, 1 de setembro de 2012

Adaptação cinematográfica não autorizada

O Padrinho convocou o Conselho de Administração da RTP para uma "conversa" de uma hora e tal e, no final, eles resolveram pedir a demissão.
Talvez venham a ser chamados à Assembleia da República para serem inquiridos mas, entretanto, vão receber uma cabeça de animal ensanguentada.
Também, se a jornalista do Público se demitiu porque é que estes não teriam que fazer o mesmo.